Bateria que funciona com hidrogênio mantém carga por uma semana


A companhia britânica de tecnologia Intelligent Energy desenvolveu um protótipo de bateria que pode mudar a forma como recarregamos nossos dispositivos. A invenção funciona apenas combinando hidrogênio e oxigênio, e o primeiro teste foi feito com um iPhone 6 levemente modificado.

A bateria é tão fina que se encaixa no interior do dispositivo sem que para isso seja necessário modificar nenhuma de suas dimensões, e nem sequer remover a bateria original. As únicas mudanças de fato foram a abertura de alguns saídas de ventilação na tampa traseira do aparelho, para permitir que a pequena quantidade de vapor de água que se forma no processo se dissipe, e a troca da entrada de fone de ouvidos.

É através dessa entrada modificada que o hidrogênio é reabastecido, mas no futuro a empresa que desenvolveu essa tecnologia espera que haja um slot próprio para essa função nos aparelhos que a adotarem. O hidrogênio passaria então a ser recarregado através de um cartucho. A duração média da carga do iPhone que serviu como primeiro teste aumentou para uma semana.


A Intelligent Energy está agora avaliando qual seria o preço com que esses cartuchos chegariam ao mercado, provavelmente dentro de alguns anos. Rumores indicam que a Apple estaria ajudando diretamente no desenvolvimento e produção da bateria, mas tanto a companhia de Cupertino quanto os representantes da empresa britânica se recusaram a comentar o assunto.


Nenhum comentário